Artigos e reflexões › 10/08/2019

O DIÁCONO

O ministério que vocês exercem com tanto zelo e competência deve manifestar o amor de Cristo e de sua Igreja para com uma humanidade sedenta de justiça e de amor. São Lourenço nos indica o caminho a seguir: Administrando os bens materiais, coloco-os a serviço dos pobres e dos necessitados, considerando-os “o verdadeiro tesouro da Igreja”. Servia com solicitude o altar e os empobrecidos. Distribuía o Corpo de Cristo e os bens materiais com o mesmo amor que nasce do Mistério Eucarístico. A verdadeira caridade, celebrada na Eucaristia, ele a vivia com igual ardor no seu relacionamento com os pobres. O ministério do diácono não deve ater-se, apenas, em “estar junto ao altar”, mas em “ser altar”, como Cristo, onde seus irmãos possam apresentar suas ofertas agradáveis ao Senhor. ”Ser altar” é sacrificar-se, oferecer-se com São Lourenço. É consumar sua vida na entrega a Cristo e aos irmãos. Diaconia é serviço, não glória. Somos discípulos daquele que veio entregar a própria vida: “O Filho do Homem veio não para ser servido, mas para servir” (Mt 20, 28). Padre Valter Goedert

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *