História dos Santos › 24/09/2018

NOSSA SENHORA DAS MERCÊS

073Em 621, os visigodos tornaram-se senhores de toda a Espanha. Em 711, vieram os árabes que os repeliram para as montanhas das Astúrias e conquistaram quase toda a Península. Foram precisos seis séculos para expulsá-los. Durante este período foram levados para África grande número de cristãos. Os que abraçavam o islamismo eram tratados como homens livres; os outros eram vendidos como escravos. Para libertá-los era necessário pagar o resgate. Como nem todas as famílias tinham posses para libertar seus familiares, S. Pedro Nolasco fundou, em 1218, a Ordem das Mercês ou da Redenção dos Cativos. A própria Virgem, numa aparição, incitou a isso. Pedro contou a sua visão a S. Raimundo de Penhaforte e ao rei Jaime I, de Aragão. Os três conseguiram pôr em prática o projeto. Graças ao seu heroísmo e à generosidade dos cristãos, a obra foi fecunda em resultados e só terminou com o desaparecimento da pirataria. Dizia o Breviário Romano que “foi com o fim de agradecer a Deus e à Santíssima Virgem os benefícios de tal Instituição que se estabeleceu a festa de Nossa Senhora das Mercês”. O nome feminino, Mercedes, vem deste título especial da Virgem Maria.

Nossa Senhora das Mercês – Rogai por nós!

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *