Highslide for Wordpress Plugin
Ano C, Ano Ímpar, Sem categoria › 19/01/2019

Sábado – 1ª. Semana comum

Amados irmãos e irmãs 
Diga-me com quem tu andas e direi quem tu és!
Para nós cristãos este velho ditado não passa de um velho deitado!
Isto mesmo; pois o verdadeiro cristão não pode usar este tipo de raciocínio; pois, se assim o fizer estará censurando o próprio Jesus; uma vez que como vemos no Evangelho de hoje, as companhias de Jesus não eram lá essas coisas aos olhos do mundo.
Imaginem vocês se uma pessoa estivesse com uma dor muito forte no abdômen e necessitasse de um médico e algum expert lhe dissesse: Primeiro cure esta dor e depois vá procurar o médico! É exatamente isto que muitos fazem hoje ao querer que as pessoas abandonem seus pecados para depois serem aceitas na igreja.
Este raciocínio é totalmente errado uma vez que Jesus é quem vai perdoar; então elas precisam ser acolhidas do jeito que são e estão. Na Comunidade Missionária Divina Misericórdia nós ensinamos aos irmãos que acolham as pessoas do jeito que elas estão: sujas, feridas ou embriagadas. Não podemos impor condições para acolher. Jesus não pediu a Mateus para deixar a corrupção, mas simplesmente o acolheu corrupto e depois é que a conversão aconteceu.
Se você se julga santo saiba que Jesus não veio para você; mas sim para aqueles que sabem reconhecer a condição de pecador e que não menospreza aqueles que tenham pecados mais graves que os seus.
Imaginem vocês que a dona do prostíbulo após um encontro pessoal com Jesus se tornasse chefe dos ministros da Sagrada Comunhão; imaginem o traficante se tornar catequista ou o político corrupto ser membro do conselho de pastoral? É muito prá cabeça não é? Pois bem é justamente isto que aconteceu com Mateus que além de se tornar um apóstolo e evangelista é santo da nossa Igreja.
A carta aos hebreus nos ensina que a Palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes e atinge até a divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração.
Ao contrário do que muitos pensam Ela age por si só e não pela competência de seu pregador. Há hoje muitos pregadores da Palavra de Deus que confiam mais na sua capacidade do que na força desta Palavra e acabam se esquecendo de que eles não são a mensagem, mas sim e apenas tão somente o mensageiro.
Rezemos com o salmista: Vossas palavras são espírito e vida, tens
Palavras de vida eterna. A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes. Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, Meu rochedo e redentor! Amém.

Reflexão feita pelo Diácono Irmão Francisco
Fundador da Comunidade Missionária Divina Misericórdia

Leitura: Hebreus 4,12-16
Salmo: 19
Evangelho: Marcos 2,13-17

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *