Highslide for Wordpress Plugin
Ano Par › 15/12/2016

Quinta Feira – 3ª. Semana do Advento

15400403_1163589297059627_7148691495555508346_nAmados irmãos e irmãs
No Evangelho de hoje o próprio Cristo vai dizer que nascido de mulher não há ninguém maior do que João Batista; mas ao mesmo tempo diz que o menor no reino dos céus é maior que João. Isto pode parecer confuso, mas é simples de entender e vou usar um exemplo do mundo: É preferível ser o último contratado a ser o primeiro da lista de espera! Quem já está no reino já goza da presença de Deus em sua plenitude está infinitamente à frente daqueles que ainda peregrinam aqui na terra.
João disse naquele tempo e ainda diz hoje a cada um de nós: “No meio de vós está aquele que vós não conheceis…”. Por esta frase somos desafiados a nos perguntar: Jesus realmente vive e se movimenta entre nós e nós não o conhecemos? Um velho ditado diz que o homem é o que come e ai nos perguntamos se comemos o Corpo e Sangue de Jesus, será que estamos nos transformando em outro Cristo? Ou será que ocultamos Jesus? Se o mundo não vê Jesus é porque não o vê na vida dos próprios cristãos
João Batista, mesmo preso condenado à morte manda mensageiros até Jesus para perguntar se ele era o Messias. A resposta é: “Ide contar a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e os pobres são evangelizados. Feliz aquele que não se escandaliza por causa de mim!” Com isto João se alegra por saber que sua profecia se torna realidade.
Hoje em dia necessitamos de “novos João Batistas”, ou seja, de cristãos autênticos que amem e facilitem o caminho dos outros para que eles possam chegar até Jesus. Precisamos de testemunhas que falem de Deus como João falava, com paixão que contagie os demais
Santo Agostinho comenta: João era voz, mas o Senhor é a Palavra que no principio já existia. João era uma voz provisional; Cristo, do principio, é a Palavra eterna. Ao tirar a palavra, o que será a voz?
Preparar o caminho com alegria, com amor de forma a não só sermos perdoados, mas convertidos, transformados e renovados. Lembramo-nos do discurso em que quando uma coisa é difícil a gente usa a expressão Messias ou salvador da pátria. Jesus hoje nos mostra que Ele é o Messias de Deus, mas que não veio para fazer o que só você pode fazer. Jesus não vai agir no teu lugar. Jesus perdoa transforma e renova todas as coisas, mas a decisão de permitir isto é sua e isto Jesus não vai decidir por você.
Na leitura do Livro do Profeta Isaías nos é profetizado que “Teu esposo é aquele que te criou, seu nome é Senhor dos exércitos; teu redentor, o Santo de Israel, chama-se Deus de toda a terra”. Vemos aqui a prefiguração da mulher (esposa e mãe) que dá a luz e prefiguração da Igreja que é mãe e esposa que ansiosa espera.
Rezemos com o Salmista: Cantai salmos ao Senhor, povo fiel, dai-lhe graças e invocai seu santo nome! Pois sua ira dura apenas um momento, mas sua bondade permanece a vida inteira; se à tarde vem o pranto visitar-nos, de manhã vem saudar-nos a alegria. Amém.

Reflexão feita pelo Diácono Irmão Francisco 
Fundador da Comunidade Missionária Divina Misericórdia

1ª. Leitura: Is 54, 1-10
Salmo: 29
Evangelho: Lc 7,24-30

Imprimir

Deixe uma resposta