Highslide for Wordpress Plugin
Ano Ímpar › 07/12/2017

Quinta Feira – 1ª. Semana do Advento

Amados irmãos e irmãs
quinta“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus”.
O Evangelho de hoje nos e chama a atenção para que não sejamos na Igreja de Jesus Cristo aqueles que vivem de aparência. Infelizmente o que Jesus denunciava no seu tempo acontece e muito em nossas comunidades contemporâneas, ou seja, cristãos que querem viver do puro formalismo ritualístico.
Precisamos primeiro abrir nosso coração a ação de Deus, reconhecendo nossas limitações e imperfeições; fazendo um encontro pessoal com o crucificado/ressuscitado; aí teremos sede de buscar conhecer a Palavra, participar da santa missa, rezar o terço, adorar o Santíssimo, etc.; mas não fica só nisso; pois como nos diz são Paulo, seremos impelidos a ir ao encontro do próximo ajudando-o em suas necessidades.
O que não pode acontecer é o contrário, ou seja, participar da santa missa, rezar o terço e adorar o Santíssimo só na fachada, para os outros verem, sem abrir o coração, sem admitir nossas fraquezas e imperfeições, tentando passar uma imagem de santidade que sabemos não ter. É aí que reside a imprudência do construir sobre a areia; pois não iremos resistir aos revezes da vida.
Com certeza já vimos e ouvimos histórias de ministros consagrados e agentes de pastoral que dava uma de santo e de repente se vê envolvido em escândalos financeiros ou morais.
O cristão autêntico é aquele que apesar de publicamente assumir sua fragilidade e seus limites, continua caminhando e colocando toda confiança na graça de Deus. Temos que ter cuidado para não cair no trocadilho que diz: parece, mas não é!
O que é colocar em prática a vontade do Pai? Com certeza colocar em prática a vontade do Pai não é apenas ouvir e sair repetindo as palavras das Sagradas Escrituras tal qual um papagaio. Ouvir e por em prática significa colocar a mão na massa. De nada adianta pregar que devemos amar o próximo se não converso com meu pai há anos; se não perdoo meu filho, se não dou comida aos famintos, etc.
Palavras o vento leva, obras não!
Na leitura do profeta Isaías vemos o convite ao canto da vitória. A cidade do deus Altíssimo é convidada a cantar para receber o povo justo, os eleitos do Senhor. O Senhor que é a rocha eterna eleva os pobres e humildes derrubando os orgulhosos.
Rezemos com o Salmista: Bendito é aquele que vem vindo em nome do Senhor! É melhor buscar refúgio no Senhor do que pôr no ser humano a esperança; do que contar com os poderosos deste mundo! Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação; bendito seja em nome do Senhor. Aquele que em seus átrios vai entrando! Desta casa do Senhor vos bendizemos. Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine! Amém.

Reflexão feita pelo diácono Irmão Francisco 
Fundador da Comunidade Missionária Divina Misericórdia

1ª. Leitura: Isaías 26,1-6
Salmo: 117/118
Evangelho: Mateus 7, 21.24-27

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *