Highslide for Wordpress Plugin
Ano Par › 08/08/2018

Quarta Feira – 18ª. Semana Comum

Amados irmãos e irmãs

“Ó mulher, grande é tua fé! Seja-te feito como desejas. E na mesma hora sua filha ficou curada”.
É impossível ler este versículo e não se lembrar de uma discussão atual entre famosos sobre exclusividade na salvação. O que aprendemos deste Evangelho é que todo exclusividade significa exclusão e discriminação de uma maioria em prol da minoria ou as vezes só de um. O Evangelho de Jesus não exclui!
Os cristãos, provenientes do judaísmo tinham a tendência de não aceitar os pagãos; pois julgavam serem apenas eles os eleitos do Senhor.
Jesus inverte a ordem estabelecida, se até então Israel era a única referência e modelo de Povo Salvo, porque cumpria a Lei de Moisés, de agora em diante a Salvação que é dom gratuito é oferecida por Deus em Jesus Cristo.
Lembro aqui as palavras de nosso papa Francisco: “Podemos até ter sido batizado, crismado e casado na Igreja Católica, mas se não se não professamos Jesus Cristo, nos converteremos em uma ONG piedosa, não em uma esposa do Senhor”
A fé abre para os pagãos as portas do Reino dos céus. É a fé que permite à mulher cananeia ver e reconhecer Jesus como Messias de todos os povos.
Vale destacar que esta mãe apesar do desespero tem: discernimento; coragem; persistência e iniciativa. Ela não mediu esforços e dispôs-se a lutar pela libertação da filha e para isto enfrentou barreiras culturais (era mulher) e religiosas (não era judia).
Mas ela clamou por Jesus. Humilhou-se, sabia que só Jesus poderia ajudá-la. Ela o adorou e o reconheceu como Senhor e por fim teve fé em Jesus, foi perseverante em seu pedido.
Da leitura do livro do profeta Jeremias vemos que o profeta cheio de entusiasmo, anuncia o regresso dos exilados. Israel já não está dividido em dois reinos, mas reunificado sob a soberania do Senhor Um amor gratuito e fiel cheio de ternura para com os eleitos Eles sempre lembram a libertação do Egito, símbolo de todas as libertações.

Rezemos com o Salmista: Ouvi nações, a palavra do Senhor e anunciai-a nas ilhas mais distantes: “Quem dispersou Israel vai congregá-lo, e o guardará qual pastor a seu rebanho!” Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó e o libertou do poder do prepotente. Voltarão para o monte de Sião, entre brados e cantos de alegria afluirão para as bênçãos do Senhor: Amém.

Reflexão feita pelo diácono Francisco 
Fundador da Comunidade Missionária Divina Misericórdia

1ª. Leitura: Jr 31,1-7
Salmo: Jr 31,10-13
Evangelho: Mateus 15,21-28

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *