Highslide for Wordpress Plugin
Ano C, Ano Ímpar › 02/01/2019

Quarta Feira – Tempo de Natal

Amados irmãos 
Quem é João? Quem sou eu? Quem és tu?
Será que somos voz que clama? Será que estamos preparando adequadamente o caminho do Senhor?
Se vivermos nesta vida de maneira a mais fazer nossa vontade do que a de Deus com certeza não despertaremos a atenção de ninguém, afinal estaremos contribuindo com um mundo cada vez mais relativizado.
No entanto se nós realmente formos voz que clama chamaremos atenção e seremos questionados muitas e muitas vezes como foi João Batista.
È preciso ter consciência de que Aquele que todos nós anunciamos, é infinitamente maior que nós, age em total liberdade e penetra nos corações que desejar, independente de Credo, conhecimento ou posição social da pessoa.Precisamos saber bem disso, para não termos a tentação de sermos os “donos” da Palavra de Deus.
João recusou qualquer título ou comparações grandiosas para nos levar a entender que a humildade deve ser colocada em primeiro lugar. Só um coração humilde é capaz de fazer a vontade de Deus sem desvios ou influências externas.
Só um coração humilde é capaz de aceitar o anonimato, é capaz de fugir dos holofotes e de abrir mão da fama, do poder e dinheiro que nos seduzem elevam a perdição.
Na primeira carta de João nos é dito: “Eis a promessa que ele nos fez: a vida eterna. Era isto o que eu vos tinha a escrever a respeito dos que vos seduzem”. Vejam que João já alertava quanto aos que tentam nos seduzir com promessas de mil e uma coisas quase todas passando por bens materiais como casa, carro, dinheiro, etc. Deus nos prometeu a vida eterna! Ainda nesta carta João nos alerta para que tenhamos um comportamento de maneira a não sermos confundidos quando Ele voltar.
Encerramos deixando uma pergunta para reflexão: Será que estamos ou não parecidos com aqueles que abraçaram a verdadeira fé?
Rezemos com o salmista: Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus; por isto aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai! Será grande a nossa recompensa.Amém

Reflexão feita pelo Diácono Irmão Francisco 
Fundador da Comunidade Missionária Divina Misericórdia

Leitura: 1 João 2,22-28
Salmo: 98
Evangelho: João 1,19-28

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *